Cutículas

Cutículas: Entenda sua função na saúde das unhas e aprenda como cuidar delas!

As mãos estão entre as partes do corpo que mais utilizamos diariamente. Seja para trabalhar, cuidar da casa, dos pets, crianças, entre várias outras funções, as mãos são expostas a todo momento.

Dessa forma, cresce a preocupação em mantê-las sempre bonitas e hidratadas. Entre um dos pontos de atenção das mãos estão as unhas e cutículas, que as pessoas buscam manter sempre em dia.

As cutículas são uma parte importante do sistema de defesa do corpo, e são essenciais para a saúde das mãos e unhas. Entenda melhor o que elas são, para que servem e como cuidar delas!

O que são e para que servem as cutículas?

As cutículas, apesar de muita gente não saber, são componentes importantes para a nossa saúde, pois elas protegem as unhas da entrada de fungos, bactérias, água e umidade.

Ela é responsável por proteger a matriz ungueal, que nada mais é do que a matriz das unhas, a parte mais esbranquiçada que vemos próxima à raiz. Por ser uma região bastante sensível, ela está exposta a infecções, lesões, manchas, entre outros problemas que quando mais graves, pode levar à perda da unha.

Por que tirar a cutícula?

Em geral, muitas pessoas removem a cutícula apenas por uma questão estética, sem considerar que ela é uma proteção natural para as unhas. Em alguns casos, pode ser que elas cresçam de maneira acelerada, o que pode ser resolvido com outros métodos como cremes específicos, óleos, empurrando com uma espátula ou fazendo uma remoção parcial, que não retire a parte mais próxima à raiz das unhas.

É saudável tirar as cutículas?

A maioria dos (as) especialistas afirma que não é indicado remover as cutículas, mas sim empurrá-las de forma cuidadosa com uma ferramenta específica para este fim. Vale lembrar que a cutícula é uma pele morta, mas que precisa de cuidados especiais.

Uma vez que ela é uma barreira natural que protege as unhas desde a raiz, sua retirada pode facilitar a entrada de vírus, fungos e bactérias. Ao retirar as cutículas em excesso, podem surgir infecções, facilitar o surgimento de unhas encravadas entre outros problemas.

A remoção das cutículas realizada com alicate, ainda provoca uma espécie de trauma que pode acarretar outros problemas.

O que é uma Cutilagem?

Cutilagem nada mais é do que o processo de retirada completa ou parcial das cutículas. Ela pode ser feita de diversas maneiras, tais como:

  • Cutilagem com alicate: consiste basicamente na retirada das cutículas com um alicate específico para isso. Esta é a técnica mais conhecida e utilizada atualmente e, é importante que seja feita por um (a) profissional, para não machucar os dedos.

  • Cutilagem russa: essa é uma técnica que não utiliza o alicate e nem corta as cutículas. Na cutilagem russa, é utilizado um motor com uma lixa elétrica e brocas, que servem para levantar as cutículas e dar acabamento.

  • Cutilagem com tesoura: a tesoura pode ser utilizada após levantar as cutículas com uma espátula ou broca. Ela é eficaz para cortar as cutículas de uma forma menos agressiva que o alicate.

Vale lembrar que todo e qualquer material utilizado na cutilagem e demais procedimentos de manicure, pedicure ou ainda podologia, precisam ser previamente esterelizados.

O que acontece se parar de tirar cutícula?

Ao parar de tirar as cutículas é possível manter a saúde das mãos, uma vez que sua proteção natural não é retirada. Contudo, para quem gosta de manter as unhas sempre feitas, é importante recorrer a outras formas de cuidar das cutículas, para não ficarem ressecadas e esbranquiçadas. Confira a seguir algumas dicas para evitar que isso aconteça!

Como cuidar das cutículas?

Para manter as cutículas saudáveis e bonitas, é importante ter alguns cuidados. Confira a seguir alguns passos essenciais para cuidar delas:

Hidrate as cutículas regularmente

Assim como a pele do restante do corpo, as mãos também ficam bastante ressecadas, principalmente por estarem a todo momento em contato com produtos de limpeza, cosméticos, álcool em gel, sabonetes e produtos de higienização em geral.

Por isso, é imprescindível manter as cutículas sempre hidratadas, para evitar o ressecamento, e o aspecto esbranquiçado e com as famosas pelinhas levantadas nos dedos. Para isso, procure por cremes que contenham ingredientes como:

  • Vitamina E: ela é rica em antioxidantes, por isso, ajuda a proteger a pele contra os radicais livres, combate o envelhecimento precoce e ainda melhora o processo de cicatrização.
  • Extrato de calêndula: esse ingrediente natural também tem várias propriedades medicinais, como poder antioxidante, anti-inflamatório e cicatrizante.
  • Óleo de semente de uva: é composto por tocoferol (vitamina E) e ácido linoleico (ômega 6), bastante eficaz na hidratação e proteção da pele.
  • Ureia: este é um ativo bastante presente em cremes para mãos, pés e corpo, pois é capaz de atravessar as camadas de células mortas, além de atrair moléculas de água que ajudam a manter a região sempre hidratada e macia.

Coma bem e beba bastante água

Já sabemos que para ter uma pele bonita e hidratada, é fundamental se alimentar bem e beber bastante água. O mesmo serve para manter as cutículas saudáveis, uma vez que elas também são uma pele, que tende a ser mais ressecada que as demais regiões do corpo.

Dicas extras

  • Ao manusear produtos químicos, seja para a limpeza ou outras funções, utilize luvas apropriadas para proteger as mãos e cutículas.
  • Evite banhos muito quentes, pois a água em temperatura muito alta pode comprometer a barreira de proteção da pele e, consequentemente, também das unhas.
  • Procure consumir pelo menos 2 litros de água diariamente, pois isso resulta em benefícios para o corpo todo, inclusive pele e cutículas.
  • Invista em bons cosméticos de qualidade, com ações hidratantes e cicatrizantes. Existem cremes por aí que, além de eficientes, têm ótimo custo-benefício.

Muitas pessoas não dão a devida importância para o cuidado das cutículas, contudo, é importante lembrar que se trata de uma questão de saúde e não apenas estética, lembrando que a remoção completa delas pode acarretar diversos problemas.

Para evitar lesões como micose nas unhas, que podem levar de 6 meses a um ano para serem tratadas, ou ainda problemas como a paroníquia, infecção que deixa a região inchada e avermelhada, podendo até mesmo necessitar de cirurgia, evite a remoção completa das cutículas.

Busque formas de remover apenas o excesso, ou ainda hidratar, empurrar ou outras maneiras de manter as mãos bonitas e saudáveis, sem se expor a nenhum risco. Você costuma tirar as cutículas? Conta pra nós qual o seu método favorito de cuidados com as mãos!