Dreadlocks

Dreadlocks: Saiba o que são os dreads, tipos, inspirações e como cuidar!

De tempos em tempos, surgem novas técnicas capilares. Seja no quesito coloração, corte ou penteados, a todo momento nos deparamos com novidades. Contudo, algumas técnicas nunca mudam, como, por exemplo, as tranças e os dreadlocks.

Os dreadlocks, ou dreads, são considerados símbolo de resistência em diversas culturas, como a africana, indiana e jamaicana. Há relatos de que os dreads são utilizados desde o período pré-bíblico, e se popularizaram no Ocidente graças ao músico jamaicano Bob Marley nos anos 1970.

No post de hoje, você vai saber mais sobre os dreadlocks, seu significado, tipos e diversas inspirações!

O que é dreadlock?

Os dreadlocks, ou dreads, que é a forma abreviada do termo, é um estilo de cabelo caracterizado por um emaranhado de fios em formato cilíndrico, que podem ser feitos com diferentes técnicas e instrumentos.

Eles podem ser feitos em qualquer tipo de cabelos, contudo, em cabelos muito curtos, é necessário realizar a colocação de apliques naturais ou sintéticos. Os dreads não são apenas um penteado, mas são um símbolo importante para diversas culturas, tribos e religiões.

Não há uma data comprovada para o seu surgimento, contudo, muitos historiadores acreditam que seu surgimento se deu há milhares de anos, em civilizações Africanas e Indianas.

Apesar de muitas pessoas associarem os dreads com a Jamaica, eles não são originários dessa região, mas sim da África e Índia. Contudo, após serem difundidos no mundo inteiro, os dreadlocks foram amplamente utilizados na Jamaica após a extinção da escravatura. Assim, os ex-escravos passaram a adotar o estilo como afirmação cultural e, posteriormente, foram adotados pelos membros religiosos Rastafáris.

Atualmente, muitas pessoas ainda usam os dreadlocks como uma reafirmação de sua cultura e de seus antepassados, seja devido à cultura ou religião. Na África, até hoje eles são utilizados em diversas tribos, como os Maasai, do Kênia, onde os guerreiros usam os dreads e tingem de vermelho usando corantes extraídos de raízes.


Maasai Morani — Quênia: Monika Ettlin/Pinterest

Tipos de dreads

Com tantas ramificações e desdobramentos culturais, existem hoje diversos tipos de dreads, que podem variar nos materiais, tamanhos, espessuras, mas principalmente na técnica utilizada para a sua execução. Confira a seguir as principais técnicas:

  • Dread de agulha: os dreads de agulha são os mais utilizados atualmente. Eles podem ser feitos em qualquer tipo de cabelos com a ajuda de uma agulha de crochê, utilizada para conferir o formato cilíndrico aos dreads enquanto une as mechas do cabelo.
  • Dread de cera: esse é um método mais antigo, muito utilizado antes do surgimento e popularização da técnica da agulha. Após o cabelo ser emaranhado formando rolinhos cilíndricos, a cera era usada para unir os fios. Atualmente, essa técnica não é mais utilizada, pois além de danificar os fios, também dificulta a limpeza dos cabelos.
  • Dread de linha ou lã: a técnica também é bastante utilizada atualmente, e tem a duração de até 3 meses. A base do dread é feita de lã ou linha, ajustada ao cabelo e depois contornada novamente com a lã.
  • Dread removível: essa é uma excelente alternativa para quem tem vontade de usar dreads, mas não tem coragem de fazer nos cabelos naturais. A estrutura do dread remomível é bem semelhante ao feito com a agulha, contudo, eles são costurados ao cabelo natural e não unidos como no método mais tradicional.

Para definir qual o mais indicado para você, é importante consultar um (a) especialista em dreads, que irá avaliar seus fios e o que você pretende e então indicará o melhor método para você, assim como orientar sobre os cuidados necessários.

Inspirações

Utilizado por pessoas do mundo todo, em diferentes culturas e religiões, os dreadlocks chamam a atenção pela força e representatividade cultural e ideológica.

Atualmente, os dreads não estão mais necessariamente ligados à essas questões, contudo, são utilizados não somente como um elemento estético, mas também como manifestação contra cultura perante a sociedade.

Se você tem vontade de utilizar dreadlocks, seja por razões estéticas ou outras, e não tem ideia das inúmeras opções disponíveis, confira a seguir diversas inspirações para te ajudar a escolher seu favorito!

Dreadlock feminino

Se em algum momento os dreads foram algo mais voltado para o universo masculino, hoje isso já não existe mais. As mulheres passaram a adotar esse estilo cada vez mais e a diversificar as possibilidades. Confira as inspirações a seguir!

Longos

Dreads longos com lateral raspada: Etsy/Pinterest

Dreads longos castanho claro: Etsy/Pinterest

Dreads longos claro com detalhes em linha: BeatDread/Pinterest

Dreads longos claro natural: Etsy/Pinterest

Dreads longos loiros: Wattpad/Pinterest

Curtos e Médios

Dread curto natural: TeenVogue/Pinterest

Dread curto com cores: Hair Adviser/Pinterest

Dread médio natural: dreadedgirls.tumblr/Pinterest

Dread médio ruivo: Thisisevak.tumblr/Pinterest

Dread médio com aplicações: Thrive Naija/Pinterest

Naturais

Dreads naturais longos: We Heart It/Pinterest

Dreads naturais espessos: Tumblr/Pinterest

Dreads naturais chocolate: salaovirtual.org/Pinterest

Dreads naturais castanho claro: dreadheaven.tumblr.com/Pinterest

Dread natural com franja: Wattpad/Pinterest

Coloridos

Dreads Coloridos curto verde: Nátaly Neri/Pinterest

Dreads Coloridos amarelo de lã: Raquel Lemos/Pinterest

Dreads Coloridos ruivo: Etsy/Pinterest

Dreads Coloridos rosa pastel: Electric Linda/Pinterest

Dreads Coloridos rainbow: Wattpad/Pinterest

Dreadlock masculino

Desde os tempos mais antigos, os homens eram quem mais utilizava os dreads, devido a questões religiosas e hierárquicas. Atualmente, muitos ainda optam por essse estilo por gosto pessoal, estilo ou crença religiosa. Veja só essas inspirações!

Longos

Dreads Masculino grisalho: Trepup.com/Pinterest

Dreads Masculino longo: New Old Man/Pinterest

Dreads Masculino chocolate: O Cara Fashion/Pinterest

Dreads Masculino claro: O Cara Fashion/Pinterest

Dreads Masculino castanho escuro: Manual do Homem Moderno/Pinterest

Curtos e Médios

Dreads masculino curto: Barbarian Style/Pinterest

Dreads masculino curto — laterais raspadas: O Cara Fashion/Pinterest

Dreads masculino curto solto: Manual do Homem Moderno/Pinterest

Dreads masculino curto natural: Men's Hairstyle Trends/Pinterest

Dreads masculino curto pontas loiras: O Cara Fashion/Pinterest

Naturais

Dreads masculino natural escuro: Vogue Magazine/Pinterest

Dreads masculino natural longo: New Old Man/Pinterest

Dreads masculino natural castanho: theblacknation.tumblr/Pinterest

Dreads masculino natural claro: OOLI/Pinterest

Dreads masculino natural degradê pontas claras: modelsdotcom/Pinterest

Coloridos

Dreads masculino colorido aplique: Katinka Dreads/Pinteres

Dreads masculino colorido azul: Haircut Inspiration/Pinterest

Dreads masculino colorido pontas vermelhas: MensHairCuts/Pinterest

Dreads masculino colorido azul escuro: oVertoneColor/Pinterest

Dreads masculino colorido longo alaranjado: O Cara Fashion/Pinterest

Como cuidar dos seus dreads

Diferente do que s pessoas pensam, os dreads são lavados frequentemente, contudo, a forma de lavar é bem diferente de um cabelo comum. Para a lavagem, prefira ussar um shampoo neutro ou até mesmo um shampoo anti resíduos.

Evite o uso de condicionadores e cremes, pois podem acabar danificando seus dreads parando o processo de dreadagem, ou ainda podem deixar resíduos nos fios. O shampoo não deve ser esfregado nos dreads, apenas no couro cabeludo e ensaboar de forma sutil os dreads, permitindo que eles absorvam o shampoo.

Em seguida, é importante espremer os dreadlocks para enxaguá-los bem, até que saia todo o resíduo de shampoo. Para secar, você pode espremê-los com uma toalha seca e deixá-los secar naturalmente.

Caso seja necessário, você também pode usar o secador de cabelo para ajudar na secagem. Prefira usá-lo na temperatura média para não danificar os fios. Nunca durma com os dreads molhados, pois isso pode causar coceira, quebra, fungos e até mau cheiro.

Lembre-se de realizar frequentemente a manutenção, que nos primeiros 6 meses deve ser feita mensalmente, para a formação saudável dos dreads. Após esse período, as manutenções passam a ser trimestrais.

---

E aí, já conhecia a história por trás dos dreadlocks? Você tem ou gostaria de ter? Compartilhe conosco sua experiência por aqui ou em nosso Instagram 😉