Ácido Mandélico Creamy

Resenha: Conheça o Ácido Mandélico Creamy, um poderoso Redutor de Manchas!

Tem sido mais fácil cuidar da pele com o passar do tempo. Isso porque o mercado dos cosméticos está inovando a cada dia mais nas suas formulações. Com isso, chegaram a conclusão que uma das melhores formas de renovar a pele é com o uso de ácidos.

Entre eles, está o que vamos falar na resenha de hoje: o ácido mandélico. Ele é mais suave que os demais, mas não por isso menos eficaz. A marca nacional Creamy, levanta a bandeira de produzir produtos com fórmulas inteligentes e eficazes, com alta performance e bom preço.

Se você está em busca de um produtinho incrível para tratar a pele, reduzir as manchas e muito mais, vem comigo, conhecer o Ácido Mandélico Creamy.

O que é o Ácido Mandélico da Creamy?

(Imagem: Instagram @creamyskincare_)

O Ácido Mandélico Creamy é um sérum-gel, composto por ativos potentes como o ácido mandélico e o alfa-arbutin, ambos com eficácia comprovada no clareamento de manchas escuras, até mesmo o melasma.

Além de atuar no tratamento de manchas, esse produtinho da Creamy ainda hidrata, dá brilho e firmeza à pele. Ele também promove a renovação da camada superficial da pele e estimula a produção de colágeno nas camadas mais profundas.

A Alantoína, também presente na sua formulação, hidrata a pele e cria uma espécie de filme de hidratação, que atenua os efeitos colaterais que podem aparecer com o uso do ácido, ainda que ele seja mais suave que outros ácidos como o glicólico, por exemplo.

Para que serve e quais os benefícios?

O ácido mandélico é um esfoliante químico, ou seja, ele remove as células mortas da pele por meio de uma esfoliação química. Com isso, ele também promove a renovação celular, reduzindo a aparência de manchas como as causadas pela acne. Em resumo, confira os benefícios desse ácido:

  • Reduzir manchas;
  • Estimular a produção de colágeno;
  • Amenizar a aparência dos poros;
  • Reduzir a oleosidade e a acne;
  • Esfoliar a camada superficial da pele.

Este é o ácido mais indicado para quem tem a pele sensível, pois ele tem uma estrutura molecular maior que a de outros ácidos, o que faz com que ele não penetre tão profundamente na derme.

Ingredientes

Aqua, mandelic acid, alpha-arbutin, allantoin, hydroxyethylcellulose, ammonium hydroxide, sodium benzoate, propylene glycol, disodium edta.

Como Usar o Ácido Mandélico?

A aplicação não tem segredo nenhum, basta aplicar uma camada fina sobre a pele limpa, uma vez ao dia, de preferência à noite. Durante a primeira semana, é mais indicado usar quantidades pequenas do produto e em noites alternadas.

Essa é uma recomendação comum quando se usa ácidos no tratamento facial. Também é recomendado evitar a região ao redor dos olhos, os cantinhos do nariz e da boca. Além disso, é indispensável usar filtro solar diariamente, com FPS 30 ou mais.

Posso usar ele com outros ácidos da Creamy?

Sim! Isso vai depender muito do resultado que você quer na sua pele. A Creamy recomenda combinar com o seu Ácido Mandélico o Ácido Tranexâmico, para garantir resultados ainda melhores no clareamento das manchas e na prevenção do efeito rebote do melasma.

Eles fazem um bom conjunto, pois o mandélico atua no clareamento das manchas, controla a oleosidade e combate a acne, enquanto o tranexâmico possui ativos que trabalham em conjunto para o clareamento e deixa a pele visivelmente mais uniforme.

Indicações

A recomendação é que os ácidos não sejam utilizados por quem tem a pele sensível, com rosácea, dermatite atópica, alergia ou esteja sensibilizada por algum procedimento. Em qualquer um desses casos, a recomendação é procurar um (a) dermatologista antes de começar um tratamento facial com qualquer ácido.

O ácido mandélico Creamy pode ser usado em peles secas, contudo, é fundamental hidratar a pele antes, aguardar a completa absorção e só então, fazer a aplicação do ácido. Também é recomendado usar o ácido mandélico em noites alternadas, ou a cada duas noites, ao menos no início do uso. Você pode ir aumentando o uso conforme a sua pele for se adaptando ao produto.

Ácidos como o mandélico, podem e devem ser usados por quem tem pele madura, pois com o uso frequente, ele aumenta a elasticidade da pele e a produção de colágeno.

A Creamy é confiável?

Essa é uma pergunta bem importante, visto que a cada dia surgem novas marcas de skincare no mercado. É importante verificar sempre as informações da marca e do produto, antes de sair comprando todo produto que aparece por aí.

A Creamy é uma marca fundada por especialistas em pele. Suas fórmulas são criadas pelo médico Luiz Romancini, que é pós-graduado em dermatologia.

Segundo a marca, todos os produtos passam por um rigoroso controle de qualidade, assim como os insumos utilizados para a sua fabricação, para garantir a estabilidade e a segurança das fórmulas. Além disso, a Creamy não realiza testes em animais, se posicionando como uma empresa cruelty-free.

O que eu achei

Agora que você já sabe o que é o ácido mandélico da Creamy, sabe para que serve, conhece a sua formulação e muito mais, veja a seguir quais foram as minhas impressões com o uso do produto:

Embalagem

A embalagem do Ácido Mandélico Creamy é quase igual à do Glicólico, a única coisa que muda é a cor. Eu particularmente acho ela incrível, linda, reforçada, com um tamanho ótimo e um sistema de abertura bastante prático.

A única desvantagem da embalagem de ambos, é que você não tem como saber quanto de produto ainda tem, porque ela não é transparente, o que também não é nada muito grave. Mas confesso que gosto de acompanhar o andamento do produto para o caso de fazer uma reposição sem ter que suspender o uso até chegar um novo.

Produto

Eu adoro a textura que ele tem, que fica entre um sérum e um gel, porque faz com que ele renda muita mais na hora da aplicação. O produto é muito fácil de espalhar e a pele o absorve super rápido. Além disso, ele não tem cheiro nenhum e também não arde e nem irrita a pele durante a aplicação, ao menos a minha não irritou, mesmo sendo seca e sensível.

Eficácia

Como já sabemos, para comprovar a eficácia de um produto de skincare, é preciso fazer o uso dele diariamente durante alguns meses, e sem a intervenção de nenhum outro produto.

Entretanto, é possível notar a curto prazo, uma pele mais radiante e luminosa, além de poros menos aparentes. Creio que esse seja um efeito da esfoliação superficial da pele, que remove as células mortas e desobstrui os poros.

Custo-benefício

Esse é um dos pontos que mais me chamou a atenção e me fez comprar o produto. Até então, eu ainda não tinha usado nenhum ácido na minha rotina de cuidados com a pele. Estava há tempos querendo usar, mas o alto custo dos produtos não me permitia.

Quando me deparei com o produtinho da Creamy, com uma formulação incrível, uma embalagem linda e um valor acessível, eu surtei e já fui logo comprando os dois lançamentos da marca para testar. No quesito custo-benefício, acho o ácido mandélico creamy nota 10!


Minhas considerações sobre o produto são: eu super indico! Se você faz um acompanhamento com um (a) dermatologista que te indicou inserir o ácido mandélico na sua rotina, aposte no da Creamy que você não vai se arrepender.

Porém, atualmente ele é vendido apenas na internet, o que pode ser uma desvantagem para quem não gosta de fazer compras online. No mais, o produto é sucesso! Veja também o que eu achei do Ácido Glicólico Creamy, outro produto incrível da marca.

Continue acompanhando o Guia Make para aprender mais, conhecer novos produtos e saber quais valem ou não a pena inserir na sua rotina! Não deixe que compartilhar essa resenha com as (os) amigas (os) que estão querendo adquirir esse produtinho da Creamy.